Entrevista na TV Cultura.

21/04/2017

Abaixo vai o programa JC Debate sobre mulheres na História.
Foi ao ar nesta sexta-feira, dia 21 de abril, com mediação de Adriana Cimino, e participação de Paulo Rezzutti e Custódio Rosa.
Anita Garibaldi, Dona Leopoldina, duas mulheres que viveram quase a mesma época, suas semelhanças e diferenças, entre outras coisas.

Entrevista TV Cultura: Programa JC Debate.

20/04/2017

trio_red2

Amanhã, sexta-feira dia 21/04 às 12:30 vai ao ar o programa JC Debate, com o tema Mulheres na História.

O programa teve a mediação de Adriana Cimino e participação de Paulo Rezzutti, falando de Dona Leopoldina, e Custódio, falando sobre Anita Garibaldi.

Foi um bate-papo informal e agradável, e agradecemos o convite e a recepção.

Entrevista TV Cultura: correção

17/04/2017


A produção do JC Debate me corrigiu:

Amanhã, terça-feira, será a gravação do programa em que falarei sobre Anita Garibaldi junto com o historiador Paulo Rezzutti, que falará sobre D. Leopoldina.
O programa deve ir ao ar na sexta, dia 21, mais detalhes serão colocados aqui nos próximos dias.

Entrevista TV Cultura

15/04/2017

Nesta terça-feira, 18/04, às 12:30, estarei no programa JC Debate, da TV Cultura, falando ao vivo sobre Anita Garibaldi.

Colocaremos o link direto para a gravação do programa assim que a TV Cultura disponibilizar em sua página de internet aqui.

Chapecoense

29/11/2016

anita_chape_red

 

Estou prestes a embarcar para lançar meu livro sobre Anita Garibaldi na Itália, ainda comemorando o campeonato Brasileiro do Palmeiras, com a vitória sobre a Chape no domingo.
Chapecó, que é de Santa Catarina, terra Natal de Anita e que fica a 200 km de algumas das maiores façanhas da heroína.

Há 6 anos postei um desenho de Anita e Garibaldi com a camisa do Palmeiras, porque imaginava que, se vivio fosse, Garbaldi, com sua corajosa alma apaixonada italiana, certamente seria um grande palmeirense.
Estava pronto para postar novamente, como despedida do Brasil, quando aconteceu esta tragédia.

É com se este desenho estivesse esperando ha seis anos para ganhar a versão definitiva.

Que a alma de Anita e Garibaldi, heróis e apaixonados, dêem força para os familiares.

Sono in procinto di imbarcarsi per lanciare il mio libro su Anita Garibaldi in Italia, ancora celebrando i Palmeiras campionato brasiliano, con la vittoria sul Chapecoense Domenica.
Chapecó, che è Santa Catarina, Anita terreno di Natale e si trova a 200 km da alcuni dei più grandi successi di eroina.

6 anni fa pubblicato un disegno Anita Garibaldi e con la maglia Palmeiras, perché il pensiero che se fosse Vivio, Garbaldi con il suo coraggioso animo appassionato italiano sarebbe certamente un grande palmeirense.
Ero pronto a inviare di nuovo, come un addio del Brasile, quando questa tragedia è accaduto.

E ‘con questo disegno era in attesa sei anni fa per vincere la versione finale.

L’anima e Anita Garibaldi, eroi e amore, danno forza alla famiglia.

Anita Garibaldi a Catania.

28/11/2016

Abaixo a arte-convite para lancamento do álbum Anita Garibaldi em Catânia, Sicília, dia 14 de dezembro.
Antes deste lançamento, haverá cinco dias de autógrafos e eventos na feira Piu Libri, Piu Liberi, em Roma, entre 07 e 11 de dezembro.

Sotto l’arte di invito per lanciare l’album Anita Garibaldi in Catania, Sicilia, 14 dicembre organozado Libreria Vicolo Streto, Verba Volant Edizioni e Tindaro Alessandro.

Prima, ci saranno cinque giorni di autografi ed eventi in fiera libri più, più liberi di Roma, tra 07:11 di dicembre.

anita_catania

Anita Garibaldi Italian Tour- 2016

27/11/2016

anita00

Tenho a imensa satisfação de apresentar as cidades confirmadas onde haverá lançamentos de “Anita Garibaldi, na nascita di una eroina” (Verba Volant Edizioni).
Além de apresentações e sessões de autógrafos, estão previstas palestras em escolas em todas as cidades.

Roma: de 7 a 11 de dezembro, Feira Piú Libri, Piú Liberi, Palazzo dei Congressi;
Catânia (Sicília): 14 de dezembro – palestra e livraria;
Siracusa (Sicília): 15 de dezembro – palestra e livraria;
Palermo (Sicília): 16 de dezembro – evento literário.

A programação é fruto do grande esforço coletivo do autor, de Fausta di Falco (editora), de Giovanna Lojacono (tradutora).

Ciao, Italia!

——
Ho grande piacere per presentare le città dove ci saranno confermate “Anita Garibaldi, in Nascita di una Eroina” (Verba Volant Edizioni).
Oltre alle presentazioni e sessioni di autografi sono previste lezioni nelle scuole.

Roma: 7-11 dicembre Fiera Più libri, Più Liberi, Palazzo dei Congressi;
Catania (Sicilia): dicembre 14 conferenza e libreria;
Siracusa (Sicilia): dicembre 15 – conferenza e libreria;
Palermo (Sicilia): dicembre 16 – evento literario.

La programmazione è risultato de un grande sforzo collettivo dell’autore, Fausta di Falco (editore), Giovanna Lojacono (traduttore).

Anita in Italia!

22/11/2015

detalhe1

Anita Garibaldi, la nascita di una eroina, biografia fumetti, sarà pubblicato in Italia.
Il contratto è stato firmato con Verba Volant Edizioni, casa editrice italiana con sede a Siracusa, in Sicilia.
La traduzione e la stampa avrà l’aiuto della Biblioteca Fondazione Nazionale, e il lancio avverrà nel Fiera Piu Libri, Piu Liberi, a Roma, 7-11, Dicembre 2016.

Non male per il sogno di un bambino, che è diventato un progetto autoriale senza editore, dipendeva premi per avverarsi e ora arriva in Europa.

Un ringraziamento speciale va a Giovanna Lojacono, traduttore, a cui piaceva il progetto “Anita”, ed ha ottenuto un editore per questo libro.

Ciao, Italia!

Anita Garibaldi será publicada na Itália

21/11/2015

capa_final_72

 

Retomamos as atividades neste blog para uma boa notícia:

Anita Garibaldi, o nascimento de uma heroína será publicado na Itália.
O contrato foi assinado com a Verba Volant Edizioni, editora italiana sediada em Siracusa, Sicília.
A tradução e impressão terá a ajuda da Fundação Biblioteca Nacional, e o lançamento se dará no maior evento literário italiano, o Salão Internacional do Livro de Torino, em maio de 2016.

Nada mal para um sonho de garoto, que se tornou um projeto autoral sem editora, dependeu de prêmios para virar realidade e agora desembarca na Europa.

O agradecimento especial vai para Giovanna Lojacono, italiana de Catania, tradutora profissional, apaixonada pelo português, que achou o livro na internet e não descansou enquanto não conseguiu uma editora que apostasse no projeto.

Ciao, Italia!

Viagem ao Uruguai

22/06/2011


Estive em Montevidéu, no Uruguai, pesquisando sobre a vida de Anita e Giuseppe Garibaldi por lá.

Eles viveram na capital celeste entre 1841 e 1848. Na cidade tiveram três filhos (uma, Rosita, morreu com dois anos).

Em Montevidéu, Anita pode ter uma vida de mãe e dona de casa. O que não significa que ela nao tenha tido lá suas aventuras bélicas, como na Batalha de Salto, a 400 km dali.

Montevidéu, vista dos molhes. À direita, ramblas e casas, à esquerda, o porto e o por-do-sol.

A origem do nome Montevideo é controversa, mas entre as versões existentes, a mais aceita é que os navegadores vinham beirando a costa, e algumas elevações eram notadas como ponto de referência. Havia um monte bem localizado, onde o porto era mais fácil e o terreno mais acessível. Era o sexto monte ao oeste. Em carta geográfica, “Monte VI de O”.

Casa-pensão onde Anita passou cinco dos sete anos de Uruguai.

Anita e Giuseppe viveram nesta casa acima, localizada na rua 25 de Mayo. Na época era uma rua chique, hoje nem tanto, embora conserve algumas construções classudas e comércios finos.

O Dr. Luis Augusto Rodriguez Díaz, Sub-diretor do Museo Histórico Nacional fez a imensa gentileza de sair de seus afazeres na sede do museu, abrir pessoalmente a Casa de Garibaldi e me guiar pelo acervo, que abre apenas às segundas-feiras (no mês de junho).

Durante a visita, coincidentemente apareceu um grupo de jovens italianas, vindas de Lecco, especialmente para estudar a vida de Garibaldi no Uruguai. Dr Luis Augusto pediu para que eu contasse sobre o encontro de Anita e Garibaldi em Laguna e como foi o começo da vida deles. Foi um minestrone de português com espanhol e italiano.

Eu cercado pelas colegiais italianas, tentando me fazer entender. Foto do cartunista Gilmar Barbosa.

Além da visita a este museu, a viagem pretendia obter imagens de Montevidéu na época, além de outras informações relacionadas aos personagens envolvidos. Em 4 dias, consegui quase tudo que eu queria, além de conhecer o Mercado del Puerto, o chivito, o Dr Luís, o Padre Néstor Falco, a brasileira Xênia, muitos donos de sebos, algumas patrícias, etc…

Nos próximos posts, alguns destes personagens, as relíquas obtidas por lá e fotos desta viagem.

Lançamento em Laguna

09/09/2010

No último dia 06 de setembro, em Laguna, aconteceu o lançamento do álbum Anita Garibaldi, o Nascimento de uma Heroina.
O evento ocupou o belo casarão do IPHAN de Laguna, com a presença de familiares, amigos, autoridades da cidade e público em geral.

Aqui deste blog deixo meus sinceros agradecimentos à Prefeitura de Laguna, à Denise e às meninas da Secom (Gisele e Taís), à Fundação Lagunense de Cultura (Célia foi uma guerreira), ao IPHAN de Laguna e ao Rogério e Adriana- do Dek 901– que levaram aos presentes a excelência dos produtos e do atendimento já tradicional no melhor bar de Laguna.

Além dos interessados, vieram também para o evento os amigos cartunistas Gilmar e Mano Head. Até algumas baleias apareceram na praia para dar um toque especial ao feriadão prolongado. Voltei para São Paulo cheio de vontade de me mandar pra Laguna de novo assim que possível.

Os créditos das fotos são para Mano Head, anônimos e as melhores são de  André Luis, o fotógrafo oficial da prefeitura no evento.

Confirmado: lançamento do livro “Anita Garibaldi”, em Laguna- SC

20/08/2010

A Secretaria de Comunicação de Laguna confirmou o lançamento do livro “Anita Garibaldi, o Nascimento de uma Heroína, em Laguna”, no dia 06 de setembro.
O lançamento será no casarão sede do IPHAN na cidade, no centro histórico.
O início do evento será as 19:30 horas, com coquetel e sessão de autógrafos.
Especialmente neste evento o livro vai custar R$ 20,00.

Lançamento:
Anita Garibaldi, o Nascimento de uma Heroína
Álbum de quadrinhos, 68 páginas.
Preço de lançamento: R$ 20,00

Dia 06 desetembro de 2010
IPHAN, Praça Vidal Ramos, 118, Centro Histórico, Laguna – SC
A partir das 19:30

Contato: José Custódio Rosa Filho
custodio@custodio.net
(11) 5666.0677 / 9114-7128

verso do cartão-convite

Matéria sobre Anita Garibaldi na Ilustrada- Folha de São Paulo

12/08/2010

Matéria generosa de Diogo Bercito.
Apenas com a correção que no livro termina a narrativa em 1839, e não em 1835.

Ilustrada, Folha de São Paulo, 12/08/2010. CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR

Lançamento do álbum “Anita Garibaldi, o Nascimento de uma Heroina” em Laguna

12/08/2010

Confirmado: o lançamento do álbum Anita Garibaldi em Laguna será no dia 06 de setembro. Quem morar na região poderá aparecer por lá para bater um papo e comprar seu livro autografado.

Maiores detalhes nas próximas semanas.

Em São Paulo, o livro encontra-se na Livraria HQ Mix.

Quem morar em outras regiões e interessar, pode comprar um livro autografado diretamente do autor pelo email anita@custodio.net

04 de agosto: há 161 anos morria Anita Garibaldi

04/08/2010

No dia 04 de agosto de 1849, em uma pequena fazenda em Mandriole, Ravenna (It), morria febril, no quinto mês de gravidez, Anita Garibaldi.
As circunstâncias da morte são conhecidas: estava em fuga há  30 dias, junto com Giuseppe, perseguida por um exército de 30 mil homens franceses e austríacos. Saíram de Roma, que estava cercada por soldados imperiais, e percorreram quase 500 km a cavalo, a pé e de barco, em zigue-zague pelo centro-noroeste da Itália, por 30 dias. O pequeno séquito de soldados e amigos defensores da República que os acompanhava foi se desmanchando e sendo aniquilado, pois a captura era seguida de execução sumária.

Em homenagem a ela, publiquei aqui, por algumas horas, as primeiras 4 páginas do livro Anita Garibaldi, o Nascimento de uma Heroína, lançado no último sábado.

Era uma oportunidade temporária para que leitores que não puderam ainda ver o álbum tivessem a chance de ler uma pequena parte.

Quem se interessar pelo livro, pode entrar em contato pelo email anita@custodio.net.

Resenha Blog dos Quadrinhos

03/08/2010

No Blog dos Quadrinhos, uma resenha do livro Anita Garibaldi, o Nascimento de uma Heroína

Retificações sobre Anita Garibaldi

03/08/2010

Em matéria publicada em jornal e republicada por alguns blogs, consta como afirmação minha de que Anita nasceu em Laguna.

Isto não procede. Talvez por algum erro de interpretação de alguma frase, o reporter creditou esta frase como dita por mim.

Na verdade, ninguém pode afirmar, até o momento, onde exatamente nasceu Anita Garibaldi. Pode ser em Mirim ou Morrinhos (antigamente pertencentes a Laguna), ou em Lages, no planalto cartarinense. Como nunca foi achado um documento que respondesse a esta dúvida, no próprio livro eu deixo esta hipótese em aberto.

O mesmo vale para a data de nascimento dela. Até o momento, não foi achado nenhum registro original de seu nascimento, sabendo-se, apenas, que ela nasceu no ano de 1821.

Fica o registro para que alguns equívocos não se perpetuem.

Homenagem a Anita neste 04 de agosto

03/08/2010

Neste dia 04 de agosto completam 161 anos da morte de Anita Garibaldi.
Para homenagear a Heroína de Dois Mundos, vamos publicar neste blog quatro páginas de quadrinhos do álbum.
As páginas serão exibidas das 10 às 22 horas, sendo retiradas após este horário.

A intenção, além de promover o livro lançando em São Paulo no último sábado, é chamar a atenção para a data e dar a leitores de outras cidades a oportunidade de conferir parte do conteúdo do álbum.

Lembrando que o livro encontra-se à venda pelo email anita@custodio.net

Até lá.

Lançamento em São Paulo

03/08/2010

Estas são algumas fotos do lançamento em São Paulo. Entre 80 e 100 pessoas passaram pelo evento.
Com a correria, não conseguimos bater nenhuma foto.
Agradecimentos: Natália, Henrique, Elaine e Lore por ceder as suas.
Lembrando que o livro está sendo vendido pelo email anita@custodio.net

Lançamento do álbum Anita Garibaldi em SP.

26/07/2010

Anita Garibaldi vira heroína nos quadrinhos

Cartunista Custódio lança biografia inédita em
quadrinhos sobre Anita Garibaldi.

Após três anos, divididos entre pesquisa, roteiro e desenhos, o cartunista Custódio vai lançar o álbum Anita Garibaldi, o Nascimento de uma Heroína.
O livro, premiado pela Secretaria de Cultura de São Paulo, traz a juventude de Anita Garibaldi, uma brasileira que, além de fazer parte da luta pela liberdade no Brasil, é heroína nacional no Uruguai e na Itália.
Tema de dezenas de obras nos últimos 160 anos, é a primeira vez que a vida da personagem é tratada na linguagem e quadrinhos.
A este fato inédito, junta-se também o fato de que a misteriosa infância de Anita, com o ambiente sócio-político da época, nunca ter sido objeto de obra exclusiva.

O Projeto Anita Garibaldi é acompanhado pelo endereço http://www.anitagaribaldi.com , onde são publicados os avanços do trabalho, as novidades relacionadas ao livro e os apoiadores do projeto.

Custódio, 42 anos, é paulistano. Já publicou charges em mais de 50 jornais brasileiros, fez animações para canais de tv, peças de teatro e participou de diversos álbuns de quadrinhos. Foi premiado em diversos salões de humor e recebeu o Prêmio de Excelência no National Press Club do Canadá. Venceu o Prêmio de Tiras do Jornal Estado de São Paulo em 2008. É cartunista do jornal Vinho e Cia.

O lançamento será na prestigiada Pizzaria Prestíssimo, nos Jardins, local já tradicional de eventos gastronômicos e culturais.

Lançamento:
Anita Garibaldi, o Nascimento de uma Heroína
Álbum de quadrinhos, 68 páginas.
Preço de lançamento: R$ 20,00

Dia 31 de julho de 2010
Pizzaria Prestíssimo, Al Joaquim Eugênio de Lima, 1135
A partir das 19:30

Contato: José Custódio Rosa Filho
custodio@custodio.net
(11) 5666.0677 / 9114-7128

Apoio: Pizzaria Prestíssimo – Jacob’s Creek- Sec de Cultura do Est. de São Paulo

Contra capa: Anita Garibaldi

13/07/2010

Esta é a contra-capa do livro, com os comentários de alguns convidados.

Contra-capa do álbum Anita Garibaldi, o Nascimento de uma Heroína

Anita Garibaldi, o Nascimento de uma Heroína

11/07/2010

A infância de Anita Garibaldi sempre foi coberta de mistérios.
Seus feitos extraordinários, quando, ainda muito jovem, encontrou Garibaldi, e a ausência de dados e informações seguras sobre os primeiros anos da “Aninha do Bentão”, como era conhecida, fizeram desta parte de sua vida um detalhe menor.

Depois de três anos pesquisando para a confecção deste álbum, que tinha um prazo e um número de páginas mais ou menos estabelecido, percebi em certo momento que seria impossível fazer uma biografia em quadrinhos completa dentro deste limite.
Entre contar bem parte da história ou contar de forma precária a história toda, a primeira opção foi a escolha mais correta.
Nesse sentido, o trabalho, dedicado somente a este período esquecido da vida de Anita, é inédito.

Anita Garibaldi, o Nascimento de uma Heroína vai ser lançado em São Paulo, 04 de agosto, dia em que sua morte fará 161 anos.
Maiores detalhes por aqui, nos próximos dias.

Capa do álbum Anita Garibaldi, o Nascimento de uma Heroína

Das letras aos quadrinhos

10/10/2009

Primeira abordagem efetiva de Garibaldi como corso no litoral brasileiro.
Das fontes pesquisadas, escolhi mostrar aqui a página do livro do Paulo Markun, que está ótima, concisa e tem imagens.

Trecho do livro Anita Garibaldi, Uma Heroína Brasileira, Paulo Markun,  Senac, 1999

Trecho do livro Anita Garibaldi, Uma Heroína Brasileira, Paulo Markun, Senac, 1999

Daí, vem o roteiro, com o texto ainda não definitivo:
————————

Rio de Janeiro

Início de maio, 12 tripulantes se lançam ao mar.

– Finalmente! Quantas aventuras este imenso mar nos reserva! ! Pela primeira vez no oceano tremula a bandeira da República Riograndense!

– Infelizmente a tentativa de fuga do Presidente Bento Gonçalves não deu certo. Fugiram o Onofre Pires e corte Real. Mas nosso plano de montar uma frota marítima republicana está começando!

– na nossa primeira abordagem só conseguimos uma bomba dágua e libertamos um escravo.
– vejam, uma sumaca com a bandeira imperial.

– Vocês são presas da República Riograndense. Se não reagirem, nada lhes acontecerá.

– quem é o comandante?
– ele, mas foi contratado por mim. sou um homem doente, que vendeu Sul fazenda no sul e está voltando para o Rio com seus escravos e algumas jóias.  Fique com elas e poupe minha vida.

– Fique com sua jóia e dinheiro, senhor. Nada lhe acontecerá, mas a carga dos porões vem com a gente.

– E os negros, se quiserem nos seguir, serão tratados como homens livres.

– Rosseti, o que temos nos porões?
– mais de 20 toneladas de café!

– madonna, saímos da farinha para transportarmos café.
– não se preocupe, amigo. Desembarcaremos os prisioneiros em São Francisco do Sul e venderemos o café no Uruguai.

——————-

Então vem o primeiro esboço da página.

Primeiro esboço, apenas para referência

Primeiro esboço, apenas para referência

Depois, o segundo esboço, já preparando o desenho definitivo.

Aqui as dificuldades do desenho aparecem: enquadramento, figuras, objetos...

Aqui as dificuldades do desenho aparecem: enquadramento, figuras, objetos...

E por fim, a página finalizada:

Pincel sobre papel

Pincel sobre papel e letras de computador.

Roma não se fez em um dia

10/10/2009

Garibaldi fez uma viagem à Roma quando tinha 17, 18 anos.
Sendo ele Nizardo (nascido em Nizza/Nice- cidade mezzo italiana, mezzo francesa), essa viagem o impressionou e definiu dentro dele a inclinação para ser “italiano”. Na época a Itália era mais um estado de espírito do que uma nação, dividida entre vários reinos e sem unidade.
Para usar este trecho na história, tive que buscar uma imagem que simbolizasse a força de Roma e da Itália, para arrebatar o jovem Giuseppe.
Hoje há uma estátua de Garibaldi, olhando por Roma, no alto do monte Janículo. Foi neste monte e adjacências que Garibaldi fez parte (e sua fama) da defesa da cidade no cerco a Roma de 1849 contra os Franceses.

Estátua de Garibaldi no Janículo

Estátua de Garibaldi no Janículo

A idéia foi irresistível: Garibaldi jovem, em cima de um cavalo, deslumbrado olhando para a secular Roma, do mesmo ponto onde hoje sua estátua perpetua este olhar sem fim.
O monte Janículo era propício para tomadas e imagens, sendo o ponto de vista de algumas obras sobre Roma. Mas eu precisava de uma tomada geral de Roma, que fosse antiga o suficiente para ser a mesma de Garibaldi em 1825. Semanas buscando uma imagem até que me deparei com esta, de Giuseppe Vasi:

Prospetto dell'alma citta di Roma, Vista dal monte Gianicolo, Giuseppe Vasi 1765

Prospetto dell'alma citta di Roma, Vista dal monte Gianicolo, Giuseppe Vasi 1765

O problema é que a imagem, tirada do site Rome ArtLover, do apaixonado italiano Roberto Piperno, vinha em 72 painéis separados, que foram baixados e levaram alguns dias para serem “encaixados” até formarem um painal de 70 cm de largura em definição 300 dpi.

Nada deste trabalho se compara ao trabalho do autor ao desenhar Roma em 1765: ele desenhou a maior cidade do mundo à época casa por casa, assinalando cada ponto histórico, ou propriedades de famílias relevantes, quase 400 ítens, com direito a legenda .

Um dos 72 painéis pode ser visto neste link, que mostra o Capitólio e parte central da cidade. No mesmo site pode-se encontrar o resto das imagens além de outras do mesmo artista sobre Roma e seus portões e monumentos.

Após a montagem, imprimi toda a grande vista de Roma em uma imagem A3 e coloquei em mesa de luz, para adaptar ao meu traço e fazer a imagem que iria entrar na HQ. Algumas tardes resultaram nisto:

"Minha" Roma, muito modesta, baseada na de Vasi.

"Minha" Roma, modesta, baseada na de Vasi.

Pronto então o quadrinho que “arrebatou” Garibaldi, e me tomou quase duas semanas.

Garibaldi vê Roma do Janículo, do mesmo ponto onde está sua estátua hoje.

Garibaldi vê Roma do Janículo, do mesmo ponto onde está sua estátua hoje.

Entrevista para TV Brasil

08/10/2009

Terça-feira, dia 06/07, fui ao Rio em viagem vapt-vupt para participar da gravação do programa “De Lá Pra Cá”, da TV Brasil.
O programa, apresentado por Ancelmo Gois e Vera Barroso, costuma escolher um tema, ou um personagem histórico, e fazer entrevistas com pessoas que tenham alguma relação com o assunto. O programa que vai ao ar dia 12/10, as 22:00 hs tem como tema Anita Garibaldi.
Falei um pouco sobre como é fazer uma biografia em quadrinhos, e tambem sobre a própria Anita.
Outros convidados do mesmo programa serão Paulo Markun, Maria Adelaide do Amaral, Paulo Ramos Derengovski, Schuma Schumacher e o historiador lagunense Antonio Carlos Marega.

TV Brasil:
TV aberta – canal 2 VHF e 32 UHF (transmissora da zona rural). Em SP, canal digital 63 UHF
Net – canais 4 (SP), 16 (DF), 18 (RJ e MA)
Sky-Direct TV – canal 116
TVA digital – canal 181 (RJ e SP)
Na internet: http://www.tvbrasil.org.br

O local das gravações, Parque da Catacumba, no Rio, em uma encosta de pedra no fundo da Lagoa Rodrigo de Freitas

O local das gravações, Parque da Catacumba, no Rio, em uma encosta de pedra no fundo da Lagoa Rodrigo de Freitas

O parque é um museu de esculturas a céu aberto. Segundo Ancelmo, foi uma das primeiras favelas do Rio, que depois foi desocupada, e seus moradores deslocados para a então recém criada Cidade de Deus.

O parque é um museu de esculturas a céu aberto. Segundo Ancelmo, foi uma das primeiras favelas do Rio, que depois foi desocupada, e seus moradores deslocados para a então recém criada Cidade de Deus.

A equipe prepara a gravação aos pés de uma mulher "brecheretiana".

A equipe prepara a gravação aos pés de uma mulher "brecheretiana".

O programa vai ao ar dia 12/10, as 22:00hs.

Eu e Ancelmo Gois. O programa vai ao ar dia 12/10, as 22:00hs.

Bastidores de uma página

11/08/2009

Este blog foi criado para mostrar as curiosidades de se fazer um álbum de quadrinhos, sobretudo quando se trata de temas históricos. Como as minhas próprias dificuldades são o tema dos posts, seria injusto deixar esta página de fora. Ela mostra bem como uma página simples, a princípio, pode se transformar em um bom enrosco, como um quebra-cabeças.

Esta página é a introdução de Garibaldi na história. Mostra Giuseppe, ainda garoto, conversando com o pai.

Ambos são homens do mar, no caso, Garibaldi ainda um garoto com 14 anos mas já com água salgada correndo nas veias. Concebi a cena, que começa no último quadrinho da página anterior, com Garibaldi pai assinando a entrada do filho na marinha mercante. Eles conversam sobre assuntos que mostram mais ou menos a personalidade de cada um (o diálogo vai ser ocultado para preservar a surpresa), enquanto andam até o barco da família e pegam o mar. Sequência correta e simples para mostrar um pouco sobre eles.

Domenico Garibaldi assina o ingresso do filho na Marinha Mercante

Domenico Garibaldi assina o ingresso do filho na Marinha Mercante

Els conversam e acabam no mar.

Eles conversam e acabam no mar.

Mas aí o que acontece? Vem a pesquisa e te derruba todo.

Há uma praça em Nice que se chama Praça Garibaldi, que fica a poucas quadras do porto, onde a família Garibaldi tinha uma casa. Isso eu já sabia. A praça tem até uma estátua de Giuseppe, em frente à igreja do Santo Sepulcro de Nice e teve diversos nomes entre 1780 e 1870, quando ganhou o nome definitivo. Imagino que Garibaldi passava por lá diversas vezes na sua juventude. Resolvi colocar a praça na sequência, pois é uma cena irresistível: o garoto andando pela praça que vai ter seu nome um dia. Temos então que mudar a ação: Garibaldi e o pai chegam de barco, no porto de Nizza, no primeiro quadrinho. Para isso, precisamos do porto de Nice da época, que já havia sido pesquisado, inclusive com sua rampa de desembarque.

Porto de Nizza, a casa da família Garibaldi ficava à esquerda, fora da imagem

Porto de Nizza, a casa da família Garibaldi ficava à esquerda, fora da imagem. O desenho pode ser de Matania, mas não estou certo.

Como funcionava o porto, com suas rampas de embarque-desembarque, em obra de Isidore Dagnan.

Como funcionava o porto, com suas rampas de embarque-desembarque, em obra de Isidore Dagnan.

Detalhe da rampa.

Detalhe da rampa.

Claro que precisamos de imagens da Praça Garibaldi na época (que se chamou Praça Vittorio, Praça República, entre outros nomes). Também é necessário imagem da Igreja do Santo Sepulcro, em Nice, em 1821, já que ela teve a fachada modificada posteriormente.

Praça em 1855, com as feições originais de 1780. Jacques Guiaud.

Praça em 1855, com as feições originais de 1780. Jacques Guiaud.

Santo Sepulcro, Clement Roassal

Santo Sepulcro original, Clement Roassal

O cenário está pesquisado. Mas certamente, nesta época haveria muitos soldados e guardas do Rei do Piemonte e Sardenha circulando pelas rua, e já que pai e filho têm um diálogo político, os guardas devem aparecer para mostrar uma certa repressão. Achei um imenso arsenal  de imagens de exércitos de várias épocas no arquivo virtual da Biblioteca Pública de Nova Yorque. Estes são os uniformes de soldados e oficiais que circulavam por Nizza e Piemonte Sardenha entre 1820 e 1821 (Reis Carlos Alberto e Carlos Felix).

Arquivos da NYPL (The Vinkhuijzen collection of military uniforms)

Arquivos da NYPL (The Vinkhuijzen collection of military uniforms)

Arquivos da NYPL (The Vinkhuijzen collection of military uniforms)

Arquivos da NYPL (The Vinkhuijzen collection of military uniforms)

Já tinha então o suficiente para colocar pai e filho conversando na Nizza da época, e, com mudanças nos diálogos, finalmente a sequência pode ser feita.

Garibaldi pai e filho chegam ao porto

Garibaldi pai e filho chegam ao porto...

e conversam pela cidade.

e conversam pela cidade.

No fim das contas, uma página que demoraria um dia para desenhar e resolver, demorou mais de uma semana pesquisando uniformes e construções.

Tem aquela velha frase, preferida dos despachantes: pra que facilitar se podemos dificultar?

Anita Garibaldi: página de abertura

05/08/2009

Ontem, 04 de agosto, fez 160 anos da morte de Anita Garibaldi.

Não pude postar, então faço agora. Esta é a página que abre o álbum da biografia em quadrinhos de Anita Garibaldi.

O prazo para lançamento é em meados de novembro.

Página de abertura do álbum, com a chegada de Anita sozinha na Europa

Página de abertura do álbum, com a chegada de Anita sozinha na Europa

Anita Garibaldi: Desenvolvendo o rosto definitivo

12/07/2009

Como já foi postado aqui, estas são as referências reconhecidas como mais confiáveis de Anita Garibaldi.

Anita Garibaldi, por Domenico Induno

Anita Garibaldi, por Gerolamo Induno

Anita Garibaldi, Por Galino.

Anita Garibaldi, Por Gallino.

Como referências para personagens de histórias em quadrinhos, é muito comum usarmos atores, atrizes ou personalidades (quando não mãe, filho, amigos ou mulher). Ken Parker, por exemplo, foi baseado em Robert Redford.

A imagem de Anita pintada por Gallino me lembra muito a atriz Simone Spoladore. Não parece?

A imagem de Anita pintada por Gallino me lembra muito a atriz Simone Spoladore. Não parece?

Anita e Spoladore

Misturando um pouco com a de Induno, o “mix”  me lembra Claudia Ohana.

Já a de Induno me lembra Claudia Ohana.

Mas para funcionar graficamente, o personagem tem que ter características fortes no rosto. Eu precisaria “criar” minha própria Anita. Com algumas informações dessas referências,  comecei a tentar achar a “minha” Anita.

O desenho é um pouco livre, até achar uma "forma" que satisfaça e também dê prazer desenhar..

O desenho é um pouco livre, até achar uma “forma” que satisfaça e também dê prazer desenhar..

Contrastando olhos expressivos e queixo mais delicado, sobrancelhas fortes, cheguei a esta imagem.

rostoanita02

Mas os olhos estão ruins, então fui procurá-los.

Olhos e estudos em como ficariam no rosto.

Olhos e estudos de como ficariam no rosto.

Cheguei a esta combinação que me agradou:

rostoanita04

Ainda inseguro com as proporções, é preciso treinar a figura até que ela ganhe mais “consistência. Não é muito fácil mudar de posição e manter as carterísticas.

rostoanita05

Por fim, quando se tem mais controle do personagem, pode-se movimentar, dar expessões e vivacidade.

Agora erra-se menos e o personagem ganha mais vida.

Agora erra-se menos e o personagem ganha mais vida.

Chico Bentão

09/06/2009

O pai da Anita chamava-se Bentão. Ou Chico Bentão.

Tropeiro, provavelmente era um sujeito vigoroso, forte e rude, pois há documento de queixa-crime contra ele, por causa de agressão a um vizinho.

Alguns autores levantam a hipótese de que Anita recebeu influência do gênio um tanto indomável do pai, o que eu acho bem provável e dramaticamente funciona bem. Por isso a escolha da figura do Bentão passava por esse sujeito um tanto rude, mas capaz de ser um modelo para ela.
Pensei na imagem do ator Carlo Pedersoli, mais conhecido com Bud Spencer.

Interpretação para o rosto

Interpretação para o rosto

bentao2

Estabelecendo as formas e proporções do corpo.

Movimentando um pouco o personagem

Movimentando um pouco o personagem

Mão na massa

02/06/2009

Como cartunista “de humor”, algumas maneiras de resolver meu desenho precisam ser aperfeiçoadas para se enquadrarem em uma história mais longa de fundo histórico.

Mãos, por exemplo. Embora o produto final do álbum não seja um desenho “realístico”, mãos estilo desenho “mickey”, com dedos a menos ou infantilizadas não servem para o propósito desta empreitada. Então, sem medo de expor minhas deficiências, mostro aqui estudos para melhorar o desenho das mãos.