Das letras aos quadrinhos

Primeira abordagem efetiva de Garibaldi como corso no litoral brasileiro.
Das fontes pesquisadas, escolhi mostrar aqui a página do livro do Paulo Markun, que está ótima, concisa e tem imagens.

Trecho do livro Anita Garibaldi, Uma Heroína Brasileira, Paulo Markun,  Senac, 1999

Trecho do livro Anita Garibaldi, Uma Heroína Brasileira, Paulo Markun, Senac, 1999

Daí, vem o roteiro, com o texto ainda não definitivo:
————————

Rio de Janeiro

Início de maio, 12 tripulantes se lançam ao mar.

– Finalmente! Quantas aventuras este imenso mar nos reserva! ! Pela primeira vez no oceano tremula a bandeira da República Riograndense!

– Infelizmente a tentativa de fuga do Presidente Bento Gonçalves não deu certo. Fugiram o Onofre Pires e corte Real. Mas nosso plano de montar uma frota marítima republicana está começando!

– na nossa primeira abordagem só conseguimos uma bomba dágua e libertamos um escravo.
– vejam, uma sumaca com a bandeira imperial.

– Vocês são presas da República Riograndense. Se não reagirem, nada lhes acontecerá.

– quem é o comandante?
– ele, mas foi contratado por mim. sou um homem doente, que vendeu Sul fazenda no sul e está voltando para o Rio com seus escravos e algumas jóias.  Fique com elas e poupe minha vida.

– Fique com sua jóia e dinheiro, senhor. Nada lhe acontecerá, mas a carga dos porões vem com a gente.

– E os negros, se quiserem nos seguir, serão tratados como homens livres.

– Rosseti, o que temos nos porões?
– mais de 20 toneladas de café!

– madonna, saímos da farinha para transportarmos café.
– não se preocupe, amigo. Desembarcaremos os prisioneiros em São Francisco do Sul e venderemos o café no Uruguai.

——————-

Então vem o primeiro esboço da página.

Primeiro esboço, apenas para referência

Primeiro esboço, apenas para referência

Depois, o segundo esboço, já preparando o desenho definitivo.

Aqui as dificuldades do desenho aparecem: enquadramento, figuras, objetos...

Aqui as dificuldades do desenho aparecem: enquadramento, figuras, objetos...

E por fim, a página finalizada:

Pincel sobre papel

Pincel sobre papel e letras de computador.

4 Respostas to “Das letras aos quadrinhos”

  1. tais sutero Says:

    Não tenho palavras para expressar, neste momento, a beleza que ficou nossa Anita. Recebemos o teu material. Parabéns.
    Abraços,
    Taís Sutero – jornalista do Governo Municipal de Laguna.

  2. Paulo Fernandes Says:

    Olá!
    Gostaria de fazer uma perguntinha: no segundo esboço, as letras estão já definitivas? Foram colocadas de que jeito?
    Curiosidade que tá me matando. rsrs

    Parabéns pelo trabalho, acho lindo todo esse processo de produção. E que continue assim…

    Abraços!

  3. custodionet Says:

    Caro Paulo Fernandes,

    No segundo esboço, o texto é “quase” o definitivo. Até o último instante de ir para gráfica, o texto vai sendo modificado, as vezes muito, as vezes só uma palavrinha. O importante é que quando o trabalho está esboçado neste estágio, já se tenha uma ideia clara do que vai acontecer em cada quadrinho. Desta forma, mesmo que o texto tenha alterações, o sentido da página não muda, e uma troca de palavras não vai afetar o trabalho. O texto é aplicado com programas de imagem por computador, embora alguns desenhistas gostem de usar o próprio punho para escrever. O programa mais usado para aplicar o texto é o photoshop. Abraços.

  4. Paulo Fernandes Says:

    Ah, tá explicado.

    Obrigado por responder!

    Abraços!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: